15 setembro 2007

vasto

no horizonte um ímã
puxa, puxa, puxa...
por um instante
a vida se eterniza

num momento de beleza
e prazer...