08 agosto 2008

8.8.08

fora era dia
dentro, noite
melancolia
tudo por pensar no tempo
qual esfinge
que traga, devora
faz rugas
atrofia