17 maio 2009

vossos olhos

nunca li tão bem um olhar assim
está tudo muito legível para mim
quando a porta bate com força
é como uma bomba a explodir
bem na parte mais frágil de mim
lá onde tantas vezes sangrei
então baixo a cabeça e busco ar
um dia deixarei de rastejar...