17 fevereiro 2011

desejo

quero pisar a terra
descalço e sem medo
deitar no chão
balbuciar meu segredo
sentir a brisa
seu hálito

quero pular nos galhos
da grande árvore
acariciar a manja
lambuzar-me todo
engolir o suco

quero a vida
seu gosto...