28 março 2009

ensejo

naquele tempo inocente
quando não carecia de esperteza
tinha um mundo a minha frente
e uma grande luz acesa

hoje cheio de dúvidas
preocupado com a razão
todo dia em pesadas lidas
sinto vazio o coração

se o homem foi condenado
à faculdade do pensar
tornou-se também abobado
e por aí vive a vagar...