15 abril 2010

anoitecer em mim

a noite é para dentro
é intimidade
saudade do que foi
e do que não chegou a ser

anoitecer em mim
é hora que pede colo
meu coração mole
chora

a noite escura desce
como nuvem espessa
sombra e ventania

meu coração se agita
qual a copa da palmeira
aqui do pátio

olho para o céu
hoje não há estrelas...