24 janeiro 2011

o amor

sim, é o amor que ressuscita
faz os olhos enxergar além da luz
é o amor que me embala e me conduz
é ele mesmo que preenche e excita


é só o amor que faz viver
feito um beijo descido do céu
é ele também o amargor do fel
quando a força do inferno grita


sem o amor a vida é boba e oca
o coração é de pedra ou lama
e a gente fica sem voz, sem nome


por isso, vem amor e me toca
transborda meu rio, me ama
mata minha sede, minha fome...