20 fevereiro 2012

plenitude

quando quisera o ombro
tivera o assombro
tombando encontrara a solidão
do encontro de duas solidões nascera a amizade 
então a vida achou graça 
e o verbo não mais se confundiu...