12 março 2012

templo

há dias que vem o relâmpago
o vento e o travão
tudo junto é tempestade

há dias que dentro da gente
o trovão é no coração
o relâmpago, no âmago
na face e nas mãos, emoção

há dias que a mesa precisa ser virada
os vendilhões expulsos
a palavra calada

depois
só o templo vivo basta...