19 maio 2012

o silêncio e a palavra

Certa vez o Silêncio andava muito triste, à beira da angústia.
E a Palavra estava estressada, quase explodindo. 
Cada qual no seu mundo. 
Num dia comum, mas daqueles em que o sol nasce mais intenso e o céu, de tão azul, fica mais próximo da gente, aconteceu o milagre: o encontro de duas solidões. O silêncio e a palavra pararam frente a frente. Seus olhos brilhavam como brilham os olhos dos apaixonados. Desse encontro nasceu a comunicação, e dela todos os sentimentos bons que geram atitudes humanas e transformadoras: a amizade, o amor, a solidariedade, o perdão, a ternura, a compaixão, o respeito, a paz, a gentileza...